domingo, 15 de fevereiro de 2009

PARA RECORDAR PARTE l: O QUE FOI DITO EM 2005

MAIS DE MIL APOIARAM MANUEL DA LUZ EM 2005



20-06-2005

O PS apresentou a recandidatura de Manuel das Luz à Câmara Municipal de Portimão perante mais de mil pessoas. O líder da autarquia aproveitou para fazer um balanço do último mandato e traçou o rumo para o futuro, assente na ligação entre a cidade e do rio Arade.

Das estruturas do PS veio Pedro Silva Pereira, ministro da Presidência, mas a surpresa da noite acabou por ser João Moutinho, jovem futebolista do Sporting, que fez questão de entregar uma bola e uma camisola a Manuel da Luz, em sinal de apoio.

O actual presidente da autarquia portimonense preferiu resguardar-se entre os apoiantes e militantes socialistas e deixou as despesas da crítica à oposição para Isilda Gomes.

“Sabem o que disse Jaime Dias de João Amado num jornal local? Que se sentira traído pelo PSD e que não considerava Amado a pessoa certa para a cabeça de lista. Agora estão juntos… É a oposição que temos!”, sublinhou a vereadora socialista.

Manuel da Luz preferiu falar em “obra feita”, garantiu que a Câmara de Portimão goza de “muito boa” saúde económico-financeira e apontou o rio Arade como um dos elementos-chave para o desenvolvimento do concelho.

O autarca quer ver ampliado e requalificado o porto de cruzeiros, de forma a conseguir aumentar para 60 mil o número de visitantes que chegam através do mar. O desassoreamento do rio foi outra das prioridades apontadas.

Manuel da Luz apresentou ainda alguns projectos para as áreas da educação, requalificação urbana, estacionamentos e solidariedade.

5 comentários:

Anónimo disse...

É isso menos, menino carlinhos, esses gajos não têm um pingo de vergonha na cara, não têm princípios nenhuns, que não sejam o de encher os seus bolsos.

Mas os Portimonenses, estão a abrir os olhos e vão mandar esses gajos todos para casa, quando elegerem o Dr. José Dias como presidente da Câmara.

Anónimo disse...

Foi inaugurado em Portimão, o edifício o TEMPO,ainda com 80% de derrapagem orçamental e sem licença utilização, outra caracteristica, se deve invocar em tão nobre espaço.

Sendo, uma edifício público, para divulgação de cultura e arte,uma questão coloco:

Porque não foi disponibilizado uma (só uma) das 3 salas do TEMPO, para o Boa Esperança poder ali apresentar-se aos Portimonenses ?

Sabem porque? Porque com o Boa ESperança, não se ganga nada com isso.
Para trazer a osquetra do CCB, a orquestra de Lisboa e outros grupos teatrais onde se gastam MILHÕES já existe vontade.
Agora para ceder uma salinha ao Boa ESperança, já não interessa.

Isto é para dizer:

1. Aos comisssionistas, só os MILHÕES interessam.

2. O TEMPO não foi feita para os Portimonenses, ali, exibirem as suas artes e oficios.

Anónimo disse...

NADA FOI FEITO...ESSE É I NOSSO PRESIDENTE....ALIÁS O PRESIDENTE DE ALGUNS.

Anónimo disse...

O Homem nem falar sabe...tanto que quem manda na CMP é o Nº 2. Tristes...

Hacker disse...

AS VERDADES QUE EU NUNCA DIREI:


1. Segundo a "Guia de Portugal-maior rede digital de Municipios", Portimão teve em 2008 um número total de hospedes, de cerca de 350.000. E ainda quer o Manuel da Luz e o jornalista Eusébio, convencer-nos que só na Passagem de ano, vieram 100.000.

2. Segundo a "Guia de Portugal-maior rede digital de Municipios", Portimão está no 40.º lugar no que concerne ao número de alojamentos, abaixo de municipios como: Moita, Covilha, Aveiro,Castelo Branco, Viseu, Barcelos e tantas,tantas outras cidades.

Talvez, agora compreendam,como é grave, que o Manuel da Luz, permita que o Grupo RR mande abaixo um Hotel, para construir apartamentos...

3. Segundo a "Guia de Portugal-maior rede digital de Municipios", Portimão está no 23.º lugar no que concerne o número de transações de imóveis,a baixo de cidades como: Vila do Conde, Ponta Delgada, Santarém, Barcelos, Beja, Olhão, Lagoa, Faro e tantas, tantas outras.


Conclusão:

Gastam-se milhões, mas os turistas preferem outras paragens.

Gastam-se milhões, mas destroem-se Hoteis e constroem-se apartamentos, logo os turistas fogem para outras paragens onde existe hotelaria de qualidade.

Gastam-se milhões, mas cada vez se compra e se vende menos imóveis em Portimão.
Pergundo: Mas não é bom investir no Portimão,promovido pelo Manel da Luz, as estatisticas dizem-nos que não.


OBSERVEM:

Para quem julga,que os números apresentados, não são reais, vejam com vossos próprios olhos em:

http://www.guiadeportugal.pt/default.aspx?Parametro_Accao=Conteudo&Parametro_Conteudo=Conteudos/ObservatorioEstatistico.ascx&Parametro_ClassID=60


Fiquem bem e abram os olhos...


O "Hacker"